Plataformas

MELHORES PLATAFORMAS DE E-COMMERCE PARA MONTAR SUA LOJA VIRTUAL


Se você está começando um negócio no mundo virtual, com certeza precisa de uma ótima base. Conhecer as melhores plataformas de e-commerce e suas funcionalidades é talvez, o mais importante passo para decidir o futuro da sua loja virtual.

Existem várias opções no mercado, e isso pode acabar te confundindo. Nesse artigo eu vou te apresentar os vários tipos de plataformas disponíveis para que você possa decidir qual delas será a ideal para o seu negócio.

Afinal de contas, assim como é importante definir o seu plano de negócios e saber quem é o seu público-alvo, escolher uma boa plataforma é essencial para que você possa atingir metas de sucesso.

O mercado não é pequeno, há uma infinidade de plataformas de e-commerce disponíveis, todas com ótimos recursos e funcionalidades diferentes umas das outras.

Em meio a esta infinidade de plataformas, fica difícil escolher a melhor para cada tipo de loja, uma vez que é necessário avaliar diversos fatores que serão cruciais para a tomada de decisão.

Por isso estou avaliando quatro plataformas OpenSource de e-commerce, que considero as melhores.

Melhores plataformas de e-commerce

 

Magento é a plataforma de e-commerce open source número #1 do mundo. Possui vários prêmios e é utilizada pelas grandes marcas mundiais, como Nike, Volcom e Saraiva.

É recomendada para grandes lojas virtuais, mas nada te impede de experimentá-la.

Clique aqui para fazer o download e instalação do Magento.

WooCommerce é um plugin totalmente grátis para WordPress, o CMS mais usado do mundo. Se você já tem experiência com a plataforma de blog, pode fazer a instalação do plugin e ver se ela atende as suas necessidades.

 

Página do Plugin: WooCommerce

OpenCart Foi desenvolvido para ser leve e rápido, de instalação e utilização fácil. Conta com gerenciamento de pedidos e múltiplas formas de pagamento.

Permite que você gerencie várias lojas a partir de uma única interface de administração, e a possibilidade de gerenciar cada loja separadamente.

Visite a página o OpenCart para fazer o download da plataforma.

PrestaShop É usado por milhares de lojas em todo o mundo. Foi desenvolvido para suprir as necessidades de pequenas e médias empresas.

 

Faça o download do PrestaShop no site oficial.

Analisando as Plataformas


O que você precisa saber

Essas plataformas possuem um painel de administração muito fácil de ser usado e por isso estão no gráfico de comparação. Assim, logo depois de se cadastrar e/ou instalar, você já estará usando-as.

Como classifiquei as ferramentas

Você deve estar se perguntando, como classifiquei as plataformas?

Simples, fiz um teste em todas, e avaliei os seguintes critérios:

  • Investimento: custo para uso;
  • Recomendado: para qual tipo de empresa;
  • Quem utiliza: quais são as lojas que usam a plataforma;
  • Facilidade de uso: praticidade para administrar e navegar pelo sistema da plataforma;
  • Extensões: número de extensões disponíveis para cada segmento;
  • Pagamento integrado: se possui integrações com gateways de pagamentos;
  • SEO: Se o SEO é amigável;
  • Gerenciamento de cupons: se possui sistema para cupons;
  • Mobile: se tem suporte nos dispositivos móveis;
  • Integrações redes sociais: se tem integração com Facebook, Twitter, Linkedin, Google+;
  • Idioma: a linguagem da plataforma;
  • Site oficial: para mais informações das plataformas.

Ao fazer testes e avaliações, você pode ter ainda mais dados sobre as plataformas citadas, usando situações específicas da realidade do seu negócio.

Abaixo, confira o interesse pelas plataformas Magento, WooCommerce, OpenCart e PrestaShop segundo dados do Google Trends no período de 2012 a 2017.


Melhores plataformas de e-commerce para montar sua loja virtual. Gráfico de interesse no Google Trends

Como escolher a melhor plataforma de e-commerce.

O que levar em consideração

Escolher a plataforma de e-commerce não é fácil, tanto pelos inúmeros recursos que todas elas disponibilizam, quanto pelas formas de pagamento e as propostas oferecidas.

Além das questões técnicas, outro fator importante a que se deve ter atenção, são os contratos de uso ou de compra. Algumas plataformas exigem taxas sobre produtos vendidos, fazendo do eCommerce praticamente um refém. Fique atento!

Aqui estão alguns dos itens principais que você deve levar em consideração na escolha da plataforma de e-commerce:

  • Permite atualizações?
  • Permite a utilização de produtos para segurança como SSL ou SiteLock?
  • É compatível com navegadores populares?
  • A plataforma é popular?Possui algum case de sucesso?
  • O painel de administração é intuitivo e fácil de usar?
  • O layout/visual é atraente e customizável?
  • O layout/visual funciona em qualquer tamanho de tela?
  • Possui um bom suporte, caso necessário?
  • Tem bons recursos de SEO?
  • Possui integrações com Google Analytics, Adwords, Facebook Ads?

A plataforma e o SEO

Você já deve saber que o Google é um aliado na busca de novos clientes, e que a otimização para os mecanismos de busca é um item fundamental para seu e-commerce. Verifique se a plataforma em que está interessado possui um SEO amigável.

Ela deve permitir o controle de meta tags, alteração na estrutura dos links permanentes, personalização na página dos produtos, recurso de avaliações nos produtos, criação de landing pages, sitemaps e por fim, deve possibilitar um layout responsivo para sua loja.

Marketing Digital

O marketing digital deve ser composto e integrado com a plataforma de eCommerce, e nunca deve ser deixado “para depois”. Lembrando que é muito importante que a plataforma permita integração com o Google Analytics, Adwords, Facebook Ads e outros recursos.

Dessa forma você pode trabalhar melhor as suas ações de marketing, como por exemplo, enviar e-mails, ou ainda, verificar qual campanha gera mais acessos para o seu negócio.

Integrações

  • CRM: Otimizar as campanhas e gerenciar a relação com os clientes.
  • ERP: Organizar sua loja virtual e registrar informações, notas fiscais, produtos, funcionários…
  • Mídias Sociais: Assim será mais fácil divulgar o seu e-commerce.
  • Google: Aproveitar as vantagens dos principais produtos como Analytics e Adwords.

Comercialização

É muito importante você ficar atento ao escolher a plataforma, verifique se ela vai atender seus quesitos a médio e longo prazo. Uma dica é não ter pressa na escolha.

Outro fator, são as formas de comercialização das plataformas, vou deixar claro aqui:

Aluguel:

É a forma mais usada, onde empresas criam a plataforma de eCommerce e alugam, cobrando uma taxa para instalação e uma mensalidade, que pode ser de acordo com a quantidade dos acessos da loja.

Venda:

É quase igual ao aluguel de uma plataforma, mas não são cobradas as mensalidades. O código-fonte permanece como propriedade da desenvolvedora, e modificações e/ou atualizações deverão ser solicitadas à empresa proprietária.

Código aberto:

São as plataformas sem custos, isso mesmo, você pode utilizar de forma gratuita na sua loja online. Porém, caso precise de modificações é necessário contratar um profissional ou agência especializada.

Dificuldades na escolha da plataforma de e-commerce

Se você está começando agora, acredito que deva ter várias dúvidas, vou citar alguns pontos que deve ter em mente e que vão te ajudar a direcionar melhor a escolha da plataforma de e-commerce.

Tamanho do estoque: Sempre leve em consideração a quantidade de produtos que você vai vender.
Produto Digital ou Físico: Essa é uma pergunta que você sempre deve fazer. A diferença entre produtos físicos ou digitais, por exemplo, é na hora do transporte.

Formas de Pagamento: Priorize as plataformas que utilizam meios de pagamentos populares, como Paypal ou PagSeguro.

Hospedagem: Uma plataforma com muitos recursos e sobrecarregada pode afetar diretamente a sua hospedagem.

Note que é importante fazer uma série de perguntas para si mesmo antes de escolher a plataforma de e-commerce.

Uma sugestão, é que para lojas com mais de 25 mil acessos mensais e uma média de 500 produtos, utilize-se a plataforma Magento com uma hospedagem Magento dedicada e personalizada para o seu negócio.

Agora se você está começando e tem no máximo 50 produtos, o WooCommerce no WordPress, OpenCart e PrestaShop se saem muito bem e podem facilmente atender os quesitos básicos para sua loja virtual.
Dê importância para quem tem tempo de mercado, visite outras lojas, pergunte a outros lojistas qual plataforma utilizam, como é o suporte prestado pelo desenvolvedor. Pesquise muito!

Espero que essas dicas tenham sido úteis para você. Se você gostou deste conteúdo, peço que ajude mais pessoas a entenderem como escolher a melhor plataforma de e-commerce para suas lojas virtuais.

Compartilhe esse artigo com seus amigos.

Comentários

Em Breve as Melhores Ferramentas de Marketing Digital do Mercado

100% livre de spam.